rss

Defendendo a democracia na Venezuela

English English

DEPARTAMENTO DE ESTADO DOS ESTADOS UNIDOS
Gabinete da Porta-Voz
Para divulgação imediata
COMUNICADO DE HEATHER NAUERT, PORTA-VOZ
30 de julho de 2017

Os Estados Unidos condenam as eleições impostas em 30 de julho para a Assembleia Nacional Constituinte, que busca substituir a Assembleia Nacional eleita legitimamente e solapar o direito de autodeterminação do povo venezuelano.

Os Estados Unidos estão ao lado do povo da Venezuela e de seus representantes constitucionais em seu objetivo de restituir à Venezuela uma democracia plena e próspera. Continuaremos a tomar medidas fortes e rápidas contra os arquitetos do autoritarismo na Venezuela, incluindo aqueles que participarem da Assembleia Nacional Constituinte como resultado das eleições equívocas de hoje.

Em 16 de julho, milhões de venezuelanos expressaram esmagadoramente – em alto e bom tom – sua rejeição a uma Assembleia Nacional Constituinte destinada a minar a democracia na Venezuela. A cerca de 234 anos do dia seguinte ao nascimento de Simón Bolívar, que lutou pela liberdade do povo da Venezuela, o presidente Nicolás Maduro desprezou as vozes e aspirações do povo venezuelano.

Expressamos nossas condolências a todos os venezuelanos que perderam entes queridos. Condenamos o uso da violência pelo regime de Maduro contra cidadãos que exercem seus direitos à liberdade de expressão, associação e reunião pacífica.

Incentivamos os governos no hemisfério e em todo o mundo a tomar medidas fortes para punir todas as pessoas que minam a democracia, negam direitos humanos, carregam a responsabilidade pela violência e repressão ou incorrem em práticas corruptas.

###


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.