rss

Presidente Donald J. Trump aumenta pressão para cortar financiamento à Coreia Do Norte

English English, العربية العربية, Français Français, Español Español

Casa Branca
Gabinete do Secretário de Imprensa
Para divulgação imediata

21 de setembro de 2017

 

 

Sanções financeiras duras: O presidente Trump emitiu hoje um novo ato do executivo (decreto) impondo sanções adicionais à Coreia do Norte.
• As ações e políticas provocativas, desestabilizantes e repressivas do governo da Coreia do Norte constituem uma ameaça constante à segurança nacional, à política externa e à economia dos Estados Unidos e um abalo nas relações internacionais dos Estados Unidos.
• Os Estados Unidos estão comprometidos a visar todos os meios usados pelos
norte-coreanos para obter, acessar e transferir fundos usados pela Coreia do Norte
a fim de desenvolver seus programas de armas de destruição em massa.
• Devemos maximizar a pressão sobre a Coreia do Norte para mostrar a seus líderes que o melhor e único caminho é o retorno à desnuclearização.

FOCO NO COMÉRCIO E NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS: Essas novas autoridades visam indivíduos e entidades envolvidos no comércio com a Coreia do Norte, além das instituições que facilitam esse comércio.

COMÉRCIO: O decreto visa as redes de remessa de cargas e comércio da Coreia do Norte e proíbe o ingresso, nos Estados Unidos, de navios e aeronaves que tenham visitado a Coreia do Norte nos últimos 180 dias. Essa proibição também visa navios que se envolveram em operações de transferência de cargas entre embarcações que tenham visitado a Coreia do Norte nos últimos 180 dias. A Coreia do Norte depende de suas redes de transporte de cargas para facilitar o comércio internacional.
O decreto também autoriza o secretário do Tesouro, após consulta ao secretário de Estado, a impor sanções a pessoas envolvidas com:
o Indústrias: as indústrias de construção, energia, serviços financeiros, pesca, tecnologia da informação, produtos manufaturados, produtos médicos, mineração, artigos têxteis ou transporte na Coreia do Norte;
o Pontos de entrada: propriedade, controle ou operação de qualquer ponto de entrada na Coreia do Norte, incluindo qualquer porto marítimo, aeroporto ou pontos de entrada terrestres (postos de fronteira);
o Importações/exportações: pelo menos uma importação significativa ou exportação de quaisquer bens, serviços ou tecnologias de ou para a Coreia do Norte.

INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS: O decreto dá autoridade para impor sanções a qualquer instituição financeira estrangeira que intencionalmente faça ou facilite qualquer transação significativa em nome de certos indivíduos e entidades designados, ou qualquer transação significativa ligada ao comércio com a Coreia do Norte, na e após a data do decreto.
• Sob esta nova autoridade, as medidas de sanções podem ser restrições a contas de correspondente (contas para transferência entre bancos) e contas de pagamento ou sanções de bloqueio.
• O decreto também dá ao secretário do Tesouro autoridade para bloquear quaisquer fundos originados de, destinados a ou transferidos entre contas associadas à Coreia do Norte que ingressarem nos Estados Unidos ou fundos em posse de uma pessoa dos Estados Unidos.
• As instituições financeiras estrangeiras devem escolher entre fazer negócios com os Estados Unidos e facilitar o comércio com a Coreia do Norte ou seus apoiadores designados.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.