rss

A embaixadora Haley apresenta comentários em uma reunião da Assembleia Geral da ONU sobre Cuba

English English, Español Español

Missão dos Estados Unidos para as Nações Unidas
Escritório de Imprensa e Diplomacia Pública
Para distribuição imediata
1 de novembro de 2017

 

A embaixadora Nikki Haley, Representante Permanente dos EUA para as Nações Unidas, apresentou observações em uma reunião da Assembleia Geral da ONU sobre Cuba. Pela vigésima quinta vez em 26 anos, os Estados Unidos votaram contra a resolução anual criticando a política dos EUA em relação a Cuba.

“Enquanto o povo cubano continuar a ser privado de seus direitos humanos e liberdades fundamentais -enquanto os lucros do comércio com Cuba forem direcionados para sustentar o regime ditatorial responsável por negar esses direitos-, os Estados Unidos não temem isolamento nesta câmara ou em qualquer outro lugar. Os nossos princípios não estão em votação. Eles estão consagrados em nossa Constituição. Eles também estão consagrados no Estatuto das Nações Unidas. Enquanto formos membros das Nações Unidas, defenderemos o respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais que os Estados membros deste órgão prometeram proteger, mesmo que tenhamos que fazê-lo sozinhos”.

“Os Estados Unidos se opõem hoje a esta resolução em solidariedade contínua com o povo cubano e na esperança de que um dia eles sejam livres para escolher seu próprio destino. Podemos estar sozinhos hoje. Mas quando o dia da liberdade chegar para o povo cubano, e ele chegará, celebraremos junto com eles, como só um povo livre pode celebrar”.


Visualizar Conteúdo Original: https://usun.state.gov/remarks/8064
Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.