rss

Embaixadora Haley faz pronunciamento durante a Reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a utilização de armas químicas na Síria

Español Español, English English, العربية العربية, हिन्दी हिन्दी, Русский Русский, اردو اردو

Missão dos EUA nas Nações Unidas
Gabinete de Imprensa e Diplomacia Pública
Para divulgação imediata
5 de fevereiro de 2018

 
 

A embaixadora Nikki Haley, representante permanente dos EUA nas Nações Unidas, fez pronunciamento durante a Reunião do Conselho de Segurança da ONU, sobre a utilização de armas químicas na Síria.

“As notícias vindas da Síria, nesta manhã, seguem um padrão problemático. Existem relatos da ocorrência de um novo ataque com armas químicas no domingo. As vítimas, do que parece ter sido um ataque com gás de cloro, estão inundando os hospitais. Poucas coisas horrorizaram tanto o meu país e o mundo, quanto o uso de armas químicas pelo regime de Assad contra seu próprio povo. Este Conselho tem se expressado de forma direta ao abordar o fim da utilização de armas químicas na Síria, no entanto, isso continua… Neste Conselho, passamos a maior parte do ano passado assistindo um país que protegeu a utilização de armas químicas pelo regime de Assad, por meio da recusa em responsabilizar o mesmo. Então, o que vê o povo americano? O que veem os povos de todas as nações? Eles veem um Conselho incapaz de concordar sobre a atitude a ser tomada, mesmo depois que o mecanismo investigativo, criado por este Conselho, revelou que o regime de Assad utilizou armas químicas.”
“Trata-se de uma verdadeira tragédia, que a Rússia nos tenha mandado de volta para o ponto de partida em nossos esforços para eliminar a utilização de armas químicas na Síria, Mas, não seremos detidos nos nossos esforços para reconhecer a verdade sobre o regime de Assad, e para garantir que tal verdade seja conhecida e abordada pela comunidade internacional. Por essa razão é que recebemos todos os 15 membros deste Conselho no Museu Americano do Holocausto, na semana passada. A exibição foi denominada: “Síria: Por Favor, Não Nos Esqueçam”. Todos nós vimos evidências incontestáveis das atrocidades e das violações dos direitos humanos cometidas pelo regime de Assad. Não podemos e não esqueceremos do povo sírio. Os Estados Unidos não o esquecerão. Embora este Conselho ainda não tenha sido capaz de agir numa cobrança real de responsabilidade pela utilização de armas químicas na Síria, os Estados Unidos não desistirão da responsabilidade de fazer isso.”

[cid:[email protected]]

Transcrição completa do pronunciamento: https://go.usa.gov/xnAwk


Visualizar Conteúdo Original: https://usun.state.gov/remarks/8285
Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.