rss

Eleições presidenciais anunciadas na Venezuela

English English, Español Español

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete da Porta-voz
Para divulgação imediata
Declaração da Porta-voz Heather Nauert
8 de fevereiro de 2018

 
 

Os Estados Unidos condenam a decisão unilateral do Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela de promover eleições presidenciais sem as garantias que asseguram eleições livres, justas e reconhecidas internacionalmente. Essas eleições não resultam de um acordo entre todos os partidos políticos, e limitam a capacidade dos indivíduos de participarem na eleição. Ao negar a participação no processo eleitoral, o regime de Maduro dá continuação ao desmantelamento da democracia na Venezuela e revela seu domínio autoritário.

Nós apoiamos a decisão dos partidos de oposição, que rejeitam as exigências do regime, estabelecidas para que as eleições não sejam livres e nem justas. A recusa do governo venezuelano, de negociar em boa fé, impede a promoção de um acordo que garanta a credibilidade das eleições. Infelizmente, o regime de Maduro não tem coragem suficiente para competir nas eleições em um campo de disputa igualitário.

Conforme ressaltado pelo Secretário Tillerson, durante sua viagem pela América Latina e pelo Caribe, nos postamos com o hemisfério, apoiando povo venezuelano e o direito soberano de terem seus votos contados em eleições livres, justas e transparentes. Continuaremos a pressionar o regime, para que este restaure a integridade da Constituição da Venezuela.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.