rss

Embaixadora Haley sobre a expulsão de agentes de inteligência russos dos Estados Unidos

English English, العربية العربية, Français Français, हिन्दी हिन्दी, Русский Русский, Español Español, 中文 (中国) 中文 (中国), اردو اردو

Missão dos Estados Unidos para as Nações Unidas
Gabinete de imprensa e diplomacia pública
Para divulgação imediata
Comunicado de imprensa
26 de março de 2018

 
Hoje, os Estados Unidos iniciaram o processo de expulsão de 12 agentes de inteligência da Missão Russa para as Nações Unidas que abusaram do privilégio de residir nos Estados Unidos. Após devida consideração, determinamos que os 12 agentes de inteligência engajaram em atividades de espionagem que são adversas à nossa segurança nacional. Nossas ações são consistentes com o Acordo de Sede das Nações Unidas.

Separadamente, o presidente Trump ordenou a expulsão de 48 oficiais de inteligência russos e o fechamento do Consulado Geral da Rússia em Seattle.
“A decisão de hoje do presidente mostra que as ações da Rússia têm consequências. Além da conduta desestabilizadora da Rússia em todo o mundo, como a participação nas atrocidades na Síria e suas ações ilegais na Ucrânia, a Rússia agora usou uma arma química dentro das fronteiras de um dos nossos aliados mais próximos. Aqui em Nova York, a Rússia usa as Nações Unidas como um refúgio seguro para atividades perigosas dentro de nossas próprias fronteiras. Hoje, os Estados Unidos e muitos de nossos aliados estão enviando uma mensagem clara de que não iremos tolerar a má conduta da Rússia”, disse a embaixadora Haley.


Visualizar Conteúdo Original: https://usun.state.gov/remarks/8349
Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.