rss

Secretário de Estado Michael R. Pompeo em uma coletiva de imprensa

Español Español, English English, Français Français, Русский Русский

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete da Porta-voz
Para divulgação imediata
26 de janeiro de 2019

Nações Unidas
Cidade de Nova Iorque, Nova Iorque

SECRETÁRIO POMPEO: Bom dia. Os Estados Unidos estão muito orgulhosos de termos hoje uma reunião do Conselho de Segurança da ONU que foi bastante protelada e estamos igualmente orgulhosos de estarmos ao lado do povo venezuelano enquanto eles protestam e restauram a democracia em sua nação. O experimento socialista do ex-presidente Maduro arruinou uma nação que já foi orgulhosa, como eu disse antes, e nós estamos – nós estamos ao lado do povo venezuelano para restaurar a democracia e reconduzir esse país à sua condição legítima. Há uma nação inteira faminta, desnutrição em massa, refugiados fugindo. Essa é uma crise internacional, com certeza. E nações como Cuba, Rússia e China, vergonhosamente, tomaram partido do ex-presidente. No fundo, eles não têm as melhores intenções para com o povo venezuelano.

Esperamos que todas as nações se unam a nós para reconhecer o presidente interino Juan Guaido. Esperamos também que cada uma dessas nações garanta que elas desconectem seus sistemas financeiros do regime de Maduro e permitam que os bens pertencentes ao povo venezuelano sejam encaminhados aos legítimos governantes daquele Estado.

Esperamos também que esta transição pacífica possa continuar. Devemos defender o estado de direito e apoiar o líder que o povo venezuelano confirmou como presidente interino de seu país através de sua constituição.

É um prazer responder suas perguntas.

PERGUNTA: (sem microfone)

PALLADINO: Reuters, Michelle Nichols.

PERGUNTA: Olá. Obrigada.

SECRETÁRIO POMPEO: Olá.

PERGUNTA: Obrigada, Sr. Secretário. Michelle Nichols, da Reuters. Tenho algumas perguntas. Em primeiro lugar, lá dentro, o embaixador russo tinha uma pergunta bastante direta para o senhor sobre os EUA realizarem uma ação militar. Se o senhor quiser responder aqui, fique à vontade.

Quais medidas econômicas os EUA planejam impor à Venezuela? E o senhor acha que a oposição venezuelana deveria assumir um assento da ONU aqui? E os EUA planejam elaborar uma resolução da Assembleia Geral para que isso aconteça?

SECRETÁRIO POMPEO: Michelle, deixe-me responder duas dessas três perguntas. Primeiro, este é o primeiro passo do que esperamos que seja um progresso real aqui nas Nações Unidas. Achamos que todos os membros das Nações Unidas devem se unir em apoio ao povo venezuelano, por isso continuaremos a trabalhar para obter mais e mais apoio. Nós já estamos progredindo e achamos que haverá resoluções apropriadas quando for a hora certa, e nós certamente as apoiaremos. Elas não virão apenas de nós, elas virão de outras nações que também se importam profundamente com o povo venezuelano.

As duas outras perguntas envolvem o que os Estados Unidos farão a seguir. Eu não vou especular ou conjeturar. Eu sei apenas isto: estamos determinados a apoiar o povo venezuelano para que eles possam finalmente ter as instituições democráticas que merecem e possam reconduzir essa nação outrora vibrante, rica e maravilhosa ao seu devido lugar.

PERGUNTA: Sr. Secretário –

PALLADINO: Voice of America. Voice of America, Celia Mendoza.

PERGUNTA: Obrigada. Obrigada, secretário. Então, o que exatamente o senhor está preparado para fazer pelo povo venezuelano? O senhor anunciou os 20 milhões de dólares em ajuda humanitária, e hoje, também, o senhor disse algo em seu discurso: é “hora de cada nação escolher um lado”. Os EUA irão considerar sanções secundárias contra países que reconhecerem o regime de Maduro, como Washington fez com o Irã?

SECRETÁRIO POMPEO: Então, os Estados Unidos já fizeram muito pelo povo venezuelano. Continuaremos fazendo isso. Você mencionou o dinheiro inicial, 20 milhões de dólares para garantir alimentos e remédios, e podemos fazer com que certo nível de ordem comece a ser restaurada. Haverá muito mais a fazer. Vamos apelar para outras nações. Vamos nos unir a elas para criar projetos de desenvolvimento e assistência humanitária que realmente deem resultados para o povo venezuelano. Tudo isso faz parte do que virá quando realizarmos as mudanças democráticas que estamos trabalhando para alcançar.

Você também tinha uma segunda pergunta?

PERGUNTA: Sobre sanções secundárias, possivelmente para nações —

SECRETÁRIO POMPEO: Sim, novamente, não vou especular sobre outros processos que os Estados Unidos possam empreender, mas saibam que, agora, achamos que a Assembleia Nacional é o órgão de governo legítimo. Eles escolheram o presidente interino Juan Guaido para representá-los e, portanto, achamos que os recursos pertencentes ao povo venezuelano devem ser encaminhados aos líderes que eles elegeram devidamente, de acordo com a sua constituição.

Mais alguém?

PERGUNTA: Irão sancionar alguém que fizer negócios com eles?

SECRETÁRIO POMPEO: Não vou especular sobre o que vamos fazer a seguir.

PALLADINO: (Inaudível) última pergunta. Associated Press, Edith Lederer, por favor. Edith?

Desculpe-me.

PERGUNTA: (sem microfone)

PALLADINO: (Inaudível) CBS aqui. (Inaudível.)

PERGUNTA: Ok, obrigada. Obrigada. Sr. Secretário – Sr. Secretário, sou Pamela Falk, da CBS. O quanto o senhor está preocupado com o contato entre militares ocorrido entre a Rússia e as entregas de equipamentos para a Venezuela, no mês passado? E o senhor teve algum contato com as Forças Armadas da Venezuela? Obrigada.

SECRETÁRIO POMPEO: Então, falei esta manhã sobre segurança cubana e influência russa, interferência russa. Queremos que o povo venezuelano dê sua opinião. E então, os russos escolheram apoiar o regime de Maduro. Espero que mudem o seu plano. Espero que percebam que as pessoas com legitimidade para governar este país são aquelas que o povo venezuelano escolheu. E assim teremos conversas com todos os países, inclusive com os russos. Conversaremos com os chineses, conversaremos com todos. Achamos que o mundo inteiro deve apoiar o que o povo venezuelano exigiu para o seu país.

Obrigado. Obrigado a todos


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.