rss

O Presidente Donald J. Trump Apoia os Esforços do Povo Venezuelano para Restaurar a Democracia no Seu País

English English, Français Français, Русский Русский, Español Español

A Casa Branca
Gabinete da Secretária de Imprensa
Para divulgação imediata
29 de janeiro de 2019

 

“O povo venezuelano se pronunciou corajosamente contra Maduro e seu regime, e demanda liberdade e Estado de Direito.” – Presidente Donald J. Trump

RECONHECIMENTO DO GOVERNO LEGÍTIMO DA VENEZUELA: Os Estados Unidos reconheceram oficialmente a Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela.

  • No dia 23 de janeiro, o Presidente Trump reconheceu oficialmente o presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, como presidente interino da Venezuela.
    • A Assembleia Nacional da Venezuela invocou a constituição para declarar a ilegitimidade de Nicolas Maduro e declarar a vacância da presidência.
    • Outros governos na região e em todo o mundo uniram-se aos Estados Unidos reconhecendo Guaidó como presidente interino da Venezuela.
  • O Governo autorizou Guaidó a receber os bens pertencentes ao governo venezuelano, em custódia do Banco da Reserva Federal dos Estados Unidos, bem como em outras instituições financeiras asseguradas pelos Estados Unidos.
    • Deve-se permitir que o governo legítimo da Venezuela, liderado por Guaidó, salvaguarde esses bens em benefício do povo venezuelano.

PRESSÃO SOBRE MADURO E SEUS SEQUAZES: Os Estados Unidos impuseram sanções pesadas contra Maduro e membros do seu antigo regime.

  • O presidente Trump assinou uma Ordem Executiva esclarecendo que as sanções dos Estados Unidos prevalecem contra Maduro e seus sequazes corruptos.
  • Os Estados Unidos não tolerarão àqueles que buscam minar as instituições democráticas venezuelanas e usurpar os recursos da Venezuela para se enriquecerem às expensas do povo.
  • O Governo Trump está bloqueando bens pertencentes ou controlados pela companhia petrolífera estatal venezuelana nos Estados Unidos.
    • Este ato promoverá os esforços internacionais que visam desconectar Maduro e seus sequazes de suas fontes de recursos, enquanto preservará os bens essenciais para o futuro da Venezuela.
  • Mais de 100 indivíduos, entidades e aeronaves foram declaradas como propriedades bloqueadas.
  • Os Estados Unidos acreditam que os mercados de energia continuarão bem supridos, apesar da redução das importações de petróleo venezuelano.
    • Analistas respeitáveis, da Administração de Informação de Energia dos Estados Unidos, preveem que o suprimento global de petróleo excederá à demanda em 2019 e 2020.
    • Durante o próximo ano, está previsto que a produção dos Estados Unidos aumentará com nunca antes alcançando mais de 12 milhões de barris por dia.

O APOIO AO POVO VENEZUELANO: O Presidente Trump apoia o povo da Venezuela enquanto este exige democracia, direitos humanos e prosperidade negados por Maduro.

  • Os Estados Unidos continuam a propiciar assistência humanitária ao povo venezuelano.
    • Alimentos e medicamentos têm sido há tempos  – e continuarão sendo – isentos das sanções.
  • Mais de três milhões de pessoas fugiram da Venezuela desde 2015, e a Organização das Nações Unidas estimam que esse número possa alcançar mais de 5,3 milhões até o final de 2019.
  • Até dezembro de 2018, haviam mais de 280 prisioneiros políticos conhecidos na Venezuela.
  • Os venezuelanos têm sofrido sob a violência aplicada pelos serviços de segurança, que inclui assassinatos extrajudiciais e prisões arbitrárias.
  • A administração fracassada de Maduro causou uma hiperinflação que excedeu a um milhão por cento em 2018, acentuando a já terrível situação econômica.

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.