rss

Os Estados Unidos anunciam sanções a funcionários de segurança do regime de Maduro associados à violência e obstrução da ajuda humanitária internacional

English English, Português Português

Departamento De Estado Dos Estados Unidos
Gabinete da Porta-Voz
Para divulgação imediata
Nota À Imprensa
1º de março de 2019

 

Hoje, os Estados Unidos tomaram medidas contra seis funcionários de segurança do regime ilegítimo de Maduro, associados à obstrução da entrada da ajuda humanitária internacional na Venezuela ou violência contra aqueles que tentaram entregar esta ajuda.

As sanções foram impostas a Richard Jesus Lopez Vargas, general comandante da Guarda Nacional venezuelana; Jesus Maria Mantilla Oliveros, comandante da Região Estratégica de Defesa Integral Guayana; Alberto Mirtiliano Bermudez Valderrey, general de divisão da Zona de Defesa Integral no Estado Bolivar; José Leonardo Norono Torres, general de divisão da Zona de Defesa Integral no Estado Tachira; José Miguel Dominguez Ramirez, comissário-chefe da Forças de Ações Especiais (FAES) em Tachira; e Cristhiam Abelardo Morales Zambrano, diretor da Polícia Nacional.

Os Estados Unidos e a comunidade internacional continuam apoiando o povo venezuelano enquanto lutam para recuperar sua democracia. Devemos apoiar a presidência interina de Juan Guaidó, segundo a Constituição da Venezuela, sua Assembleia Nacional e a vontade soberana do povo venezuelano.


Esta traducción se proporciona como una cortesía y únicamente debe considerarse fidedigna la fuente original en inglés.
Novedades por correo electrónico
Para suscribirse a novedades o acceder a sus preferencias, ingrese abajo su información de contacto.