rss

Os EUA mantêm seu apoio a democracia na Venezuela

English English, Español Español

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete da Porta-voz
Para divulgação imediata
Declaração da Porta-Voz, Morgan Ortagus
25 de maio de 2019


Os Estados Unidos apoiam o desejo do povo venezuelano de recuperar a sua democracia e pôr fim ao ilegítimo regime de Maduro. Os esforços anteriores para negociar o fim do regime e eleições livres falharam porque o regime os usou para dividir a oposição e ganhar tempo.

Eleições livres não podem ser supervisionadas por um tirano. Como temos afirmado repetidamente, acreditamos que a única coisa a negociar com Nicolas Maduro é as condições de sua partida. Esperamos que as conversas em Oslo se concentrem nesse objetivo, e se assim for, esperamos que seja possível termos progresso.

Gostaríamos de observar que hoje marca o 17º dia desde a prisão e desaparecimento de Edgar Zambrano, primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, a última instituição democrática remanescente do país. Desde a sua detenção, o senhor Zambrano não teve contato com sua família ou seus advogados, e sua localização é desconhecida. Hoje também marca mais de dois meses desde a prisão de Roberto Marrero, um advogado e chefe de gabinete do presidente interino Juan Guaidó. Eles são apenas dois dos 800 prisioneiros políticos detidos pelo regime de Maduro desde 20 de maio.

Nós nos unimos aos defensores da democracia na Venezuela em todo o mundo, condenando sua prisão ilegal pelo regime de Maduro e exigindo sua libertação imediata.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.