rss

Os Estados Unidos aumentam sua contribuição em resposta à crise regional venezuelana

Español Español, English English

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Porta-voz do Departamento de Estado, Morgan Ortagus
Comunicado de Imprensa
25 de setembro de 2019

 

No dia 25 de setembro, o Secretário Michael R. Pompeo anunciou, em Nova York, um adicional de US$ 119 milhões em assistência humanitária para demonstrar ainda mais o compromisso e a solidariedade dos Estados Unidos com o povo venezuelano e com a região, em resposta à crise gerada por Maduro na Venezuela.  Este montante inclui aproximadamente US$ 36 milhões em assistência vital dentro da Venezuela.

Esses fundos aumentarão a assistência tão necessária, não apenas na Venezuela, mas em 16 países da região, que continuam a abrigar generosamente os mais de quatro milhões de pessoas forçadas a fugir do antigo regime de Maduro.  A assistência dos EUA consistirá no fornecimento do urgentemente necessário apoio médico e de saúde, água, alimentação e nutrição dentro da Venezuela, bem como o fornecimento de alimento, abrigo, água e assistência médica, aconselhamento de saúde mental, e assistência legal aos venezuelanos que foram forçados a deixar seu país.  Dessa forma, o compromisso dos Estados Unidos se elevam para um total de US$ 568 milhões desde o Ano Fiscal de 2017, incluindo mais de US$ 472 milhões em assistência humanitária vital dentro da Venezuela e para os venezuelanos na região, mais de US$ 95 milhões em assistência econômica e para desenvolvimento, bem como os anteriores US$ 20 milhões em assistência humanitária dentro da Venezuela, empenhados em janeiro de 2019.

Os Estados Unidos apoiam o Presidente Juan Guaidó e a Assembleia Nacional Venezuelana, enquanto eles trabalham em conjunto com a comunidade internacional e o povo venezuelano para garantir a conformidade com o Estado de Direito e a Justiça, para estabilizar a economia, e para restabelecer os serviços básicos que incluem água, eletricidade e educação, para que o povo da Venezuela possa retornar ao seu lugar de direito dentro da comunidade das democracias.  Ao restaurarmos a democracia na Venezuela, a região recuperará sua estabilidade e dará início à reconstrução da sociedade devastada da Venezuela.

Os Estados Unidos continuarão a apoiar o povo da Venezuela durante esta crise humanitária, política e econômica, e solicitamos que outras nações façam o mesmo.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.