rss

Secretário de Estado Michael R. Pompeo No evento do Departamento de Estado da Iniciativa de Governança de Recursos Energéticos

Русский Русский, English English, Français Français, Español Español

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete da Porta-Voz
Para Divulgação Imediata
Pronunciamento
26 de setembro de 2019
Nova York, NY

SECRETÁRIO POMPEO:  Obrigado, e obrigado a todos que estão aqui conosco nesta manhã. Quero começar por dar as boas-vindas à Austrália, Botsuana e Peru, parceiros fundadores da Iniciativa de Governança de Recursos Energéticos, junto com os Estados Unidos, Canadá e Chile. Essa iniciativa é mais uma prova de como o governo Trump está enfrentando os desafios globais: estabelecendo parcerias com nações que pensam como a gente e que focam em resultados reais e tangíveis que podem fazer a diferença.

Estamos orgulhosos de reunir este grupo. O trabalho que estamos fazendo aqui é absolutamente essencial – é essencial garantir o fornecimento de energia seguro e confiável para todas as nações.

Eis o porquê: À medida que a classe média global se expande, a demanda está aumentando por tecnologias intensivas em minerais. A energia eólica e solar requerem seis vezes a quantidade de cobre que a energia gerada por carvão. Um veículo elétrico típico precisará de cerca de quatro vezes mais cobre que um carro movido a gás convencional.

Portanto, a questão é: de onde e como obteremos os minerais de que precisamos? A maioria é proveniente de um pequeno número de países vulneráveis à instabilidade política, desafios de governança e influência maligna de atores estrangeiros.

Queremos garantir que essas importantes commodities minerais permaneçam livres de coerção e controle internacionais. Gostaríamos de trabalhar com vocês para promovermos uma boa governança no setor de mineração e garantir que as cadeias de suprimentos permaneçam abertas e capazes de atender de maneira responsável à demanda em todo o mundo nas próximas décadas.

Então, hoje estamos todos aqui. Estamos reunidos para discutir como podemos fazer isso abrindo mercados, nivelando o campo de atuação para a concorrência e compartilhando nosso conhecimento e nossas melhores práticas de apoio aos nossos aliados e amigos.

Ao mesmo tempo, também devemos buscar novas fontes desses minerais críticos. O governo Trump está fazendo exatamente isso, dentro de nossas próprias fronteiras.

Também estamos trabalhando bilateralmente para fortalecer as cadeias de suprimentos. Por exemplo, o presidente Trump e o primeiro-ministro Trudeau concordaram recentemente com uma estrutura de cooperação em minerais essenciais. A Austrália também se comprometeu a apoiar possíveis joint ventures nos Estados Unidos para melhorar a capacidade de processamento de metais de terras raras.

Os EUA também assinaram um MOU (memorando de entendimento) para ajudar a Groenlândia a explorar e desenvolver com responsabilidade seus recursos energéticos.

Ao formar esta iniciativa, os Estados Unidos e nossas nações parceiras deram um passo significativo em direção a um futuro energético seguro e próspero.

Estou ansioso para discutir o importante trabalho que temos pela frente e espero que outras nações se juntem a nós nesse esforço. E, novamente, obrigado a todos por estarem aqui. Obrigado.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.