rss

Declaração do Presidente sobre a morte de Abu Bakr al-Baghdadi

English English, العربية العربية, Español Español, Русский Русский, Français Français

SEGURANÇA NACIONAL E DEFESA
Publicado em: 27 de outubro de 2019

 

Ontem à noite, os Estados Unidos levaram justiça ao terrorista número um do mundo. Abu Bakr al-Baghdadi está morto. Ele foi o fundador e líder do ISIS, a mais impiedosa e violenta organização de terror no mundo. Há anos, os Estados Unidos procuram Baghdadi. Capturar e matar Baghdadi tem sido a principal prioridade da segurança nacional da minha Administração. As forças de Operações Especiais executaram um perigoso e ousado ataque noturno no noroeste da Síria para cumprir essa missão.

Não perdemos nenhum oficial americano durante a operação, mas um grande número de combatentes e companheiros de Baghdadi foram mortos junto com ele. Ele morreu depois de correr para um túnel sem saída choramingando, chorando e gritando. Até o momento, todo o complexo tinha sido desobstruído com pessoas tanto se rendendo como sendo baleadas e mortas. Onze crianças foram retiradas de suas causas sem nenhuma lesão. As únicas pessoas que permaneceram no local foram Baghdadi no túnel que tinha arrastado três crianças com ele para uma morte certeira. Ele alcançou o final do túnel, pois os nossos cães o perseguiam. Ele detonou explosivos em seu colete, matando a si e as três crianças.  O seu corpo foi mutilado pela explosão, mas os resultados de testes confirmaram uma identificação certa e positiva.

O delinquente que tanto tentou intimidar outras pessoas viveu seus últimos momentos em absoluto medo, pânico e terror – horrorizado com as Forças Americanas ao abatê-lo.
Nós estávamos no complexo há aproximadamente 2 horas, e depois que a missão foi cumprida, nós retiramos materiais e informações altamente sensíveis do ataque.
A morte de Baghdadi demonstra a busca incansável dos Estados Unidos por líderes terroristas e o nosso compromisso com a total e permanente derrota do ISIS!
Os Estados Unidos alcançam longe. Como vocês sabem, mês passado anunciamos que recentemente tínhamos matado Hamza Bin Laden, o extremamente violento filho de Osama Bin Laden, que estava falando coisas horríveis.

Ele era o herdeiro aparente da Al-Qaeda. Terroristas que oprimem e assassinam pessoas inocentes não deveriam nunca dormir tranquilamente, sabendo que nós vamos destruí-los completamente. Esses monstros selvagens não escaparão de seus destinos – e não escaparão do juízo final de Deus.

Baghdadi estava fugindo há anos, muito antes de eu me tornar presidente. Sob minha direção, como Comandante-chefe, os Estados Unidos destruíram o seu califado em março deste ano. Os eventos de hoje foram uma outra lembrança de que continuaremos a perseguir os terroristas reminiscentes do ISIS até o seu violento fim.

Baghdadi e os derrotados que trabalhavam com ele – em alguns casos, pessoas que não tinham a menor ideia de onde estavam se metendo e do quão perigoso e inglório isso era – mataram muitas pessoas.  O assassinato perpetrado por eles dos seguintes americanos inocentes, Jim Foley, Steven Sotloff, Peter Kassig e Kayla Mueller foi especialmente hediondo. O chocante assassinato do piloto jordaniano queimado vivo em uma cela para todo mundo ver, e a execução de cristãos na Líbia e no Egito, bem como o assassinato genocida em massa de yazidis, classificou o ISIS entre as mais depravadas organizações da história.

As conversões religiosas forçadas, os macacões laranjas antes das decapitações, tudo isso era abertamente exibido para o mundo – tudo isso foi obra de Abu Bakr al-Baghdadi.  Ele era cruel e violento e ele morreu de forma cruel e violenta, como um covarde, correndo e chorando.  Esse ataque foi impecável e só poderia ter sido realizado com o reconhecimento e ajuda de determinadas nações e pessoas.

Eu gostaria de agradecer a nações como a Rússia, Turquia, Síria e Iraque, e também gostaria de agradecer aos curdos sírios por certo apoio que puderam nos oferecer. Obrigado também aos excelentes profissionais de inteligência que tornaram possível fazer desta uma jornada de sucesso.

Eu gostaria de agradecer aos soldados, marinheiros, aviadores e fuzileiros navais envolvidos na operação de ontem à noite. Vocês são os melhores em qualquer lugar do mundo. Eu gostaria de agradecer ao general Mark Milley e à nossa junta de Comandantes de Tropas, e eu também gostaria de agradecer aos nossos profissionais que trabalham em outras agências do governo dos Estados Unidos e foram essenciais para o sucesso da missão.

Ontem à noite foi uma ótima noite para os Estados Unidos e para o mundo. Um assassino brutal, que causou tanto sofrimento e mortes – ele nunca mais irá machucar outro homem, mulher ou criança inocentes novamente. Ele morreu como um cachorro. Ele morreu como um covarde.  O mundo está agora muito mais seguro.

Deus abençoe os Estados Unidos da América!


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.