rss

Declaração do Departamento de Defesa

العربية العربية, English English, Русский Русский, Français Français, Español Español, اردو اردو, हिन्दी हिन्दी

Para Divulgação Imediata
2 de Jan de 2020

 

Sob direção do presidente, o exército americano adotou uma ação defensiva decisiva para proteger o quadro de funcionários americanos no exterior ao matar Qasem Soleimani, chefe da Força Quds do Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica, uma organização terrorista estrangeira designada pelos EUA. 

O general Soleimani estava desenvolvendo ativamente planos para atacar diplomatas e membros forças armadas dos Estados Unidos no Iraque e em toda a região. O general Soleimani e sua Força Quds foram responsáveis pelas mortes de centenas de americanos e membros a serviço da coalizão e pelo ferimento de mais outras milhares de pessoas. Ele orquestrou ataques em bases da coalizão no Iraque nos últimos meses – incluindo o ataque no dia 27 de dezembro – culminando na morte e no ferimento de outros americanos e de funcionários iraquianos. O general Soleimani também aprovou os ataques na embaixada americana em Bagdá que ocorreram essa semana.  

Tal ataque teve como objetivo deter planos de futuros ataques iranianos. Os Estados Unidos continuarão tomando todas as ações necessárias para proteger o nosso povo e os nossos interesses onde quer que eles se encontrem no mundo.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.