rss

A VISÃO DO PRESIDENTE DONALD J. TRUMP PARA A PAZ, PROSPERIDADE E UM FUTURO MAIS BRILHANTE PARA ISRAEL E O POVO PALESTINO

English English, Español Español, العربية العربية, Français Français, Русский Русский, اردو اردو, हिन्दी हिन्दी

A Casa Branca
Gabinete da Secretária de Imprensa
Para divulgação imediata
28 de janeiro de 2020

 

“Não estamos aqui para dar sermão — não estamos aqui para dizer às pessoas como viver, o que fazer, quem ser ou como adorar.  Em vez disso, estamos aqui para oferecer parceria, com base em interesses e valores comuns, para buscar um futuro melhor para todos nós”

– Presidente Donald J. Trump


UMA VISÃO CORAJOSA PARA A PAZ: O presidente Donald J. Trump reconhece que é hora de uma nova abordagem para alcançar a paz, segurança, dignidade e oportunidade para Israel e o povo palestino.

  • Esta visão é o plano mais sério, realista e detalhado já apresentado, um que poderia tornar israelenses, palestinos e a região mais seguras e prósperas.
  • Esta visão é apenas o primeiro passo e fornece a base para o progresso histórico em direção à paz.  Os Estados Unidos esperam que esta visão leve a negociações diretas entre Israel e os palestinos.
  • Caberá às autoridades israelenses e palestinas tomar medidas corajosas e ousadas para acabar com o impasse político, retomar as negociações com base nesta visão e tornar a paz duradoura e a prosperidade econômica uma realidade.
  • Se os palestinos tiverem dúvidas com esta visão, devem apresentá-los no contexto de negociações de boa-fé com os israelenses e ajudar a região a progredir.
  • A mera oposição a esta visão é simplesmente uma declaração de apoio à desesperançosa situação atual que é o produto de décadas de pensamento obsoleto.

CONQUISTA DIPLOMÁTICA: O presidente Trump está reunindo rivais políticos israelenses em apoio a uma visão detalhada para a paz e promovendo relações normalizadas entre Israel e seus vizinhos.

  • O presidente Trump assegurou a concordância do primeiro-ministro Netanyahu e do líder da oposição, o tenente-general Benny Gantz, para vir a Washington, onde concordaram em usar esta visão como base para a negociação.
  • Pela primeira vez neste conflito, o presidente Trump chegou a um entendimento com Israel sobre um mapa que estabelece fronteiras para uma solução de dois Estados.
  • O presidente Trump tem aproximado inimigos históricos da região, e suas ações estão promovendo relações normalizadas entre Israel e seus vizinhos.

RECONHECIMENTO MÚTUO E INDEPENDÊNCIA: Esta Visão propõe uma solução realista de dois Estados, oferecendo um caminho viável para o Estado palestino.

  • Israel agora concorda com termos para um futuro Estado palestino.
  • A visão tem por objetivo alcançar o reconhecimento mútuo do Estado de Israel como o estado-nação do povo judeu e o futuro Estado da Palestina como o estado-nação do povo palestino, com direitos civis iguais para todos os cidadãos dentro de cada estado.
  • A visão cria um caminho para o povo palestino realizar suas aspirações legítimas de independência, autogovernação e dignidade nacional.
  • No âmbito desta visão, nem palestinos nem israelenses serão obrigados a abandonar suas casas.

A SEGURANÇA DE ISRAEL: Esta visão leva em conta as realidades no terreno e protege totalmente a segurança de Israel.

  • A visão atende completamente os requisitos de segurança de Israel, não requer que Israel assuma riscos de segurança adicionais e permite que Israel se defenda contra quaisquer ameaças.
  • A visão prevê um Estado palestino desmilitarizado que vive pacificamente ao lado de Israel, com Israel mantendo a responsabilidade pela segurança a oeste do rio Jordão.
  • Com o tempo, os palestinos trabalharão com Estados Unidos e Israel para assumir maiores responsabilidades de segurança à medida que Israel reduz sua pegada de segurança. 

JERUSALÉM E LOCAIS SAGRADOS: Israel continuará a salvaguardar os locais sagrados de Jerusalém e garantirá a liberdade de culto para judeus, cristãos, muçulmanos e pessoas de todas as crenças.

  • A situação atual no Monte do Templo/Haram al-Sharif será preservada.
  • O papel especial e histórico do Rei da Jordânia em relação aos Santuários Muçulmanos em Jerusalém será preservado.
  • Todos os muçulmanos são bem-vindos para visitar pacificamente a Mesquita de Al-Aqsa.

O FUTURO ESTADO DA PALESTINA: A visão oferece uma expansão territorial significativa para os palestinos e designa terras razoavelmente comparáveis em tamanho à Cisjordânia e Gaza para o estabelecimento do Estado da Palestina.

  • Israel concordou com um congelamento de terras de quatro anos para assegurar a possibilidade de uma solução de dois Estados.
  • Jerusalém permanecerá unida e continuará com a capital de Israel, enquanto a capital do Estado da Palestina será Al-Quds e incluirá setores de Jerusalém Oriental.
  • O mapa da visão vai mais do que dobrar o tamanho das terras atualmente usadas pelos palestinos.
  • Além de território, a visão prevê o uso e gestão pela Palestina de instalações nos portos de Haifa e Ashdod, o desenvolvimento palestino de uma área de resort na costa norte do Mar Morto e a manutenção de atividades agrícolas palestinas no Vale do Jordão.
  • A visão propõe ligações modernas e eficientes de transporte para facilitar o trânsito e movimentação de mercadorias em todo o futuro estado da Palestina, incluindo Gaza e Cisjordânia.

NORMALIZAÇÃO: Esta Visão acabará com a situação atual dos refugiados e ajudará a colocar a região em um caminho verdadeiramente transformador: com estabilidade, segurança e abundância de oportunidades de prosperidade.

  • O Oriente Médio precisa de parcerias regionais fortes para combater o Irã e o terrorismo, fortalecer a segurança e destravar vastas oportunidades de investimento econômico e prosperidade regional.
  • O presidente Trump cultivou essas parcerias regionais, ajudando inimigos históricos a identificar ameaças comuns e oportunidades mutuamente benéficas, facilitando a perspectiva de relações normalizadas entre Israel e seus vizinhos.
  • Esta visão servirá como uma plataforma sólida para melhorar a dinâmica regional e fortalecer as parcerias regionais.
  • No âmbito desta visão, os refugiados palestinos terão a opção de viver dentro do futuro Estado da Palestina, integrar nos países onde atualmente vivem ou reassentar em um terceiro país.
  • Os Estados Unidos trabalharão com a comunidade internacional para estabelecer um generoso fundo para ajudar no processo de reassentamento de refugiados.

PROSPERIDADE EM TODA A REGIÃO: Esta Visão, combinada com o quadro econômico Paz para a Prosperidade, liberará o potencial de uma região há muito mantida refém por conflitos.

  • A visão incorpora o enorme plano econômico Paz para a Prosperidade de US$ 50 bilhões, que impulsionará a economia palestina.
  • Quando devidamente implementada, a visão irá:
    • Criar mais de 1 milhão de novos empregos;
    • Mais do que dobrar o PIB palestino; e
    • Reduzir o desemprego abaixo de 10% e cortar a taxa de pobreza pela metade.

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.