rss

Os Estados Unidos tomam medidas contra o uso indevido da companhia aérea do povo venezuelano pelo Maduro

Español Español, English English

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Comunicado à Imprensa
Secretário de Estado, Michael R. Pompeo
7 de fevereiro de 2020

 

Em 7 de fevereiro, os Estados Unidos identificaram a companhia aérea estatal venezuelana Consorcio Venezolano de Industrias Aeronauticas y Servicios Aereos, S.A. (CONVIASA) como propriedade bloqueada do Governo da Venezuela nos termos da Ordem Eecutiva (E.O., na sigla em inglês) 13884. Em vez de agir como uma ponte entre os povos, esta companhia aérea está sendo usada para transportar o Maduro e seu círculo interno para conversar com ditadores, regimes autoritários e outros criminosos em todo o mundo.  Como resultado desta ação, pessoas dos EUA estão notificadas de que não podem realizar transações com esta companhia aérea ou essas aeronaves – incluindo fretamento, contratação, reabastecimento ou aquisição – salvo quando autorizado em contrário. Esta medida aumenta a pressão sobre Maduro para negociar seriamente e abrir um caminho para sair da crise por meio de um governo de transição que levará a eleições presidenciais livres e justas.

Pedimos à comunidade internacional para aumentar a pressão sobre o Maduro e isolar ainda mais ele e seus associados corruptos e outras entidades malignas. Os Estados Unidos estão comprometidos em apoiar o povo venezuelano, o presidente interino Juan Guaidó e a Assembleia Nacional democraticamente eleita em sua corajosa luta pela restauração democrática da Venezuela.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.