rss

A continuada liderança dos EUA na resposta mundial ao COVID-19 por meio de assistência externa adicional dos EUA

English English, العربية العربية, Français Français, हिन्दी हिन्दी, Русский Русский, Español Español, اردو اردو, 中文 (中国) 中文 (中国)

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete da Porta-Voz
Para divulgação imediata
Declaração do Secretário de Estado, Michael R. Pompeo
April 8, 2020

 

Graças à generosidade inigualável do povo americano e aos esforços do governo dos EUA, os Estados Unidos continuam liderando a resposta mundial humanitária e de saúde pública à pandemia do COVID-19. Estamos ampliando essa liderança com mais US$ 225 milhões em assistência médica, humanitária e econômica para impulsionar ainda mais os esforços de resposta em todo o mundo.

Esta nova assistência segue os quase US$ 274 milhões em ajuda já distribuídos pelo governo dos EUA contra o COVID-19. Também aumenta os mais de US$ 140 bilhões em assistência médica total que os EUA forneceram mundialmente nos últimos 20 anos. Os Estados Unidos são o líder indiscutível na prestação de saúde e ajuda humanitária em todo o mundo.

Nosso auxílio de combate ao COVID-19 está focado em ajudar a reduzir a transmissão do vírus por meio do diagnóstico, prevenção e controle de infecções em estabelecimentos de saúde, na preparação e fortalecimento de sistemas de saúde de emergência, no aperfeiçoamento de laboratórios, no treinamento de profissionais de saúde e muito mais – tudo em um esforço para responder a novos surtos, mitigar ainda mais o impacto para os americanos no exterior e proteger os americanos no pais contra novas transmissões pelas nossas fronteiras.

Pandemias não respeitam fronteiras nacionais. Durante décadas de liderança mundial dos EUA em saúde e assistência humanitária, sabemos que investimentos inteligentes e estratégicos têm se mostrado essenciais para proteger a pátria. Como mostra a história, podemos combater pandemias internamente e ajudar outras nações a conter sua propagação no exterior. 

O mais importante de tudo, os Estados Unidos são capazes de prestar assistência de impacto aos nossos parceiros no exterior sem desviar suprimentos críticos do povo americano. Manteremos todos os itens médicos essenciais nos Estados Unidos até que a demanda interna seja atendida.

Equipes de todo o governo dos EUA – incluindo não apenas o Departamento de Estado, mas também a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), os Centros de Controle e Prevenção de Doenças do Departamento de Saúde e Serviços Humanos, a Corporação de Financiamento para o Desenvolvimento Internacional dos EUA e muito mais – estão trabalhando em conjunto e com nossos parceiros do G7 e outras instituições multilaterais para priorizar programas e países onde a assistência é mais necessária e terá o maior impacto.

Os americanos não fornecem ajuda apenas por meio do governo. Juntos, os americanos generosamente doaram mais de US$ 1,5 bilhão para populações afetadas pela pandemia do COVID-19 em todo o mundo através de empresas privadas, grupos sem fins lucrativos e organizações religiosas. E, como os maiores humanitários do mundo, eu sei que continuaremos a fazer isso nas próximas semanas e meses.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.