rss

Assistência externa adicional dos EUA reforça a liderança dos EUA na resposta global ao COVID-19

English English, Español Español, Français Français, Русский Русский, العربية العربية, हिन्दी हिन्दी, اردو اردو

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete da Porta-voz
Para disseminação imediata
Declaração do Secretário de Estado, Michael R. Pompeo
6 de maio de 2020

 

Enquanto trabalhamos juntos no combate ao coronavírus em nosso país, os Estados Unidos se solidarizam com nossos parceiros globais em seu momento de dificuldade, como sempre fizemos. Um mundo mais saudável significa Estados Unidos mais saudáveis.

Por mais de meio século, os Estados Unidos têm sido o maior colaborador da segurança global em saúde e assistência humanitária, salvando vidas ao redor do mundo. Os Estados Unidos lideraram a luta contra o Ebola, HIV/AIDS, tuberculose, malária e outras doenças infecciosas, bem como respostas humanitárias em todo o mundo, incluindo as atuais crises na Venezuela e na Síria.

Hoje, os Estados Unidos continuam demonstrando liderança global em resposta à pandemia do COVID-19, com US$ 128 milhões adicionais em saúde e assistência humanitária ao redor do mundo.

Esse compromisso ampliado eleva nosso total para mais de US$ 900 milhões, em assistência global humanitária, econômica e médica para salvar vidas, em mais de 120 países até o momento atual.

O financiamento anunciado hoje inclui US$ 100 milhões em financiamento global de saúde para apoiar a prevenção, detecção e controle de vírus. Os US$ 28 milhões restantes anunciados hoje também ajudarão a impedir a disseminação do COVID-19 entre refugiados e migrantes vulneráveis, inclusive através da prestação de assistência humanitária.

Mesmo lutando contra o vírus em seu próprio solo, o povo americano continua sendo o mais humanitário do mundo. Juntos, companhias americanas privadas, organizações sem fins lucrativos, instituições de caridade e indivíduos contribuíram com quase US$ 4 bilhões em doações e assistência, além da ajuda do governo. No total, os americanos forneceram quase US$ 6,5 bilhões em assistência e doações governamentais e não governamentais à resposta global ao COVID-19, representando quase 60% do total global.

Os Estados Unidos continuam a incentivar as contribuições de alto nível, transparentes e sem condições de todos os doadores do mundo para ajudar a combater essa pandemia.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.