rss

DFC vai criar equipa regional sediada em África

Français Français, English English

14 de julho de 2020

 

O Programa de Consultoria de Investimento em África irá contribuir para ampliar o envolvimento da DFC no continente

WASHINGTON – A Corporação Financeira dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (DFC) anunciou hoje que irá lançar o Programa de Consultoria de Investimento em África, que cria uma equipa regional sediada em África. A equipa irá preparar a DFC no sentido de aplicar os investimentos de forma mais pró-ativa e expandir a sua carteira nesta região prioritária, particularmente no momento em que África continua a responder às repercussões da pandemia de COVID-19 tanto na saúde como na economia.

“A criação desta equipa numa altura em que muitos investidores se mostram receosos quanto aos mercados emergentes sublinha o compromisso da DFC para com África”, declarou o Diretor-Geral da DFC para África, Worku Gachou. “Agora, mais do que nunca, África necessita do investimento do setor privado. A DFC continua a ver oportunidades significativas no continente e está ansiosa por tirar partido da sua nova presença regional para libertar este potencial.”

“O destacamento de consultores de investimento da DFC para África reforça uma das nossas principais prioridades: aumentar o comércio e o investimento entre os Estados Unidos e África”, afirmou o Secretário de Estado Adjunto para Assuntos Africanos, Tibor Nagy. “Os novos consultores irão complementar e fortalecer as nossas equipas de negociação nas embaixadas norte-americanas em todo o continente a fim de criar mais oportunidades para as empresas norte-americanas e africanas.”

A nova equipa regional será composta por consultores de investimento sediados na África Oriental, África Ocidental, África Austral e Corno de África. Os consultores ficarão encarregados de procurar oportunidades de investimento em todo o continente, trabalhando em colaboração com as embaixadas norte-americanas e as missões da USAID e apoiando os colegas da DFC em Washington através do fornecimento de operações de monitorização e due diligence de projetos no terreno.

Os profissionais serão financiados pelo Departamento de Estado dos EUA e contratados através da CrossBoundary, à qual foi adjudicado por concurso o contrato do programa. A CrossBoundary é uma empresa consultora e de investimento conduzida pelo impacto com um longo historial na África Subsariana e mercados fronteiriços a nível global.

O anúncio surge num momento especialmente crítico, já que a COVID-19 continua a causar impacto nas comunidades africanas, onde se estima que a perda cumulativa do PIB devida à pandemia venha a alcançar os US$ 236 mil milhões em 2021. A DFC pode desempenhar um papel muito importante no continente, já que o capital comercial está a escapar dos mercados emergentes de todo o mundo como resposta à incerteza da pandemia.

Para submeter uma proposta de projeto específica para África à consideração para investimento, envie um e-mail para [email protected].

África é uma das principais prioridades da DFC: a agência tem neste momento investidos cerca de US$ 8 mil milhões em mais de 300 projetos no continente. Estes investimentos estão a criar infraestruturas fundamentais, a expandir o acesso a serviços de saúde, energia e tecnologias, e a fazer progredir a inclusão financeira, em especial para as pequenas empresas e as mulheres empresárias. África é também o centro de diversas iniciativas da DFC, incluindo a Connect Africa, a 2X Africa e a sua respetiva Health and Prosperity Initiative (Iniciativa para a Saúde e Prosperidade).

Os esforços da DFC em África também promovem a iniciativa Prosper Africa (África Próspera) do governo, que visa canalizar ferramentas e recursos do Governo dos Estados Unidos para aumentar substancialmente o comércio e o investimento bilaterais entre os Estados Unidos e África. Em fevereiro, o Presidente Donald J. Trump nomeou o Diretor Executivo da DFC, Adam Boehler, para Presidente Executivo da iniciativa.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.