rss

Os Estados Unidos sancionam agentes cibernéticos apoiados pelo Ministério de Inteligência do Irã

العربية العربية, English English, Español Español, Français Français, Русский Русский, हिन्दी हिन्दी, اردو اردو

Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete da Porta-voz
Para divulgação imediata
Declaração do Secretário de Estado, Michael R. Pompeo
17 de setembro de 2020

 

A República Islâmica do Irã é uma das principais ameaças mundiais à segurança cibernética e aos direitos humanos online.  Hoje, os Estados Unidos estão sancionando o grupo iraniano de ameaças cibernéticas Advanced Persistent Threat 39 (APT39), 45 indivíduos associados e uma empresa de fachada, Rana Intelligence Company (Rana), nos termos da Ordem Executiva 13553. Juntos, esses grupos e indivíduos visavam pelo menos 15 países no Oriente Médio e norte da África, bem como centenas de pessoas e entidades em outros 30 países na África, Ásia, Europa e América do Norte.  Continuaremos a expor o comportamento nefasto do Irã e impor custos ao regime até que se afastem de sua agenda desestabilizadora.

O Ministério de Inteligência e Segurança do Irã (MOIS) monitora dissidentes, jornalistas e empresas internacionais para o regime. Recrutou grupos de ameaças cibernéticas, empresas de fachada e hackers e usou malware para atingir civis e empresas inocentes e avançar a agenda maligna do regime em todo o mundo. Os agentes cibernéticos avançam os objetivos de segurança nacional do Irã e os objetivos estratégicos do MOIS ao realizar ataques de computador e campanhas de malware contra seus aparentes adversários, incluindo governos estrangeiros e outros indivíduos que o MOIS considera uma ameaça.

Por meio da Rana e em nome do MOIS, os agentes designados hoje usam ferramentas de ataque cibernético maliciosos para atingir e monitorar cidadãos iranianos, particularmente dissidentes, jornalistas iranianos, ex-funcionários do governo, ambientalistas, refugiados, estudantes universitários e professores e funcionários de organizações não-governamentais internacionais.  Alguns desses indivíduos foram presos e sujeitos a intimidação física e psicológica pelo MOIS.

Empresas do setor privado iraniano e centros culturais e de língua persa nacionais e internacionais também foram vítimas de agentes do MOIS. A ação de hoje é mais um lembrete do grande risco que o regime iraniano representa para a segurança cibernética internacional, bem como para o povo iraniano, que enfrenta a ameaça contínua da escuridão digital e do silenciamento de alta tecnologia. Os Estados Unidos não cederão em nossos esforços para expor essas ameaças e proteger nossa pátria e nossos amigos e aliados.


Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.
Atualizações de E-mail
Para se inscrever para atualizações ou acessar suas preferências de assinante, digite abaixo suas informações de contato.